• <strong>Escola Básica e Secundária Artur Gonçalves</strong>  -  Avenida Sá Carneiro, 2350-536 Torres Novas
  • <strong>Escola E. B. 2, 3 Dr. António Chora Barroso</strong>  -  Rua da Raposa, 2350-341 Riachos, Torres Novas
  • <strong>Centro Escolar de Riachos</strong>  -  Avenida 16 de Maio, 2350-321 Riachos, Torres Novas
  • <strong>Centro Escolar da Meia Via</strong>  -  Urbanização Casal Vaz, 2350-867 Meia Via, Torres Novas
  • <strong>Escola E.B. 1 de Sta. Maria</strong>  -  Rua Manuel Gonçalves, 2350-057 Torres Novas
  • <strong>Jardim de Infancia de Sta. Maria</strong>  -  Avenida Sá Carneiro, 2350-559 Torres Novas
  • <strong>Escola E. B. 1 com Jardim de Infancia de Liteiros</strong>  -  Largo do Rossio, 14, 2350-490 Torres Novas
  • <strong>Escola E. B. 1 com Jardim de Infancia de Parceiros de Igreja</strong>  -  Rua Nossa Senhora das Neves, 2350-213 Torres Novas
Está em... InícioAtividadesEscola Artur GonçalvesVisita de estudo à Renova

Visita de estudo à Renova

Foi no dia 7 de março de 2019 que as turmas 8ºB e 8ºC da Escola Secundária Artur Gonçalves usufruíram de uma aula diferente ao visitarem a Fábrica de Papel da Renova (Fábrica 1 e Fábrica 2), a sua loja e a nascente do Rio Almonda.

Fundada em 1939, a fábrica da Renova (Fábrica 1) situa-se na freguesia da Zibreira. Produzia diferentes tipos de papel e, a partir da década de 50, dedicou-se à produção de papel tissue, usado para fazer papel higiénico, rolos de cozinha ou guardanapos. Mais tarde, pensou--se em exportar, mas para isso era preciso ampliar as instalações. Então, em 1979, começou a construir-se a Fábrica 2, passando a ter capacidade de produzir papel para exportação, em primeiro lugar para Espanha e depois para outros países da Europa. Mais recentemente, a Renova desenvolveu o papel preto, dando início à Gama Black, a que se seguiu toda uma gama de cores, exportando-se já para 70 países. Uma curiosidade é que a famosa cantora Beyoncé exige o papel higiénico vermelho da Gama Black nos quartos dos locais onde fica alojada para fazer os seus concertos.

A primeira fábrica foi construída junto à nascente do Rio Almonda, uma vez que a água é essencial para o fabrico do papel. A água utilizada tem de ser devolvida ao rio, mas para isso é preciso tratá-la. Portanto, depois de sair das máquinas onde é utilizada, é enviada para um tanque onde sofre um tratamento biológico, assim chamado porque são utilizados microrganismos, e é adicionado azoto e fósforo, permanecendo em agitação durante 24 horas. Em seguida, é enviado para um segundo tanque onde é tratada através de processos químicos e físicos, sofrendo decantação, onde, num cone gigante invertido são recolhidos os materiais sólidos que depois são depositados no aterro sanitário ou utilizados como fertilizantes na agricultura.

Para além da água, a outra matéria-prima essencial para a produção de papel é a pasta de papel. Esta pasta, produzida nas fábricas de celulose, é rica em fibras de celulose que se obtêm a partir do pinheiro ou do eucalipto, mas a Renova também produz 50% da pasta de papel de que necessita a partir de papel velho que recicla.

Durante a visita, recolhemos informação e observámos que, de forma a prevenir acidentes e a assegurar a segurança e a saúde dos trabalhadores, a Renova adota algumas regras de segurança, nomeadamente a utilização de material de segurança de proteção individual (capacete, óculos, botas de borracha e biqueira de aço) e de proteção para a execução de trabalhos específicos (auriculares para os trabalhadores que operam diretamente com as máquinas e estão expostos ao ruído permanentemente). Existe ainda sinalização de segurança na área fabril, que foi cumprida rigorosamente por nós, como visitantes, para evitar situações de risco.

Em síntese, integrada no projeto de Flexibilidade Curricular, esta saída permitiu aos alunos um conhecimento mais alargado da produção desta unidade fabril, bem como das matérias-primas utilizadas, do aproveitamento dos recursos naturais e das preocupações ambientais que estão inerentes à sua atividade.


Turma 8ºB
ESAG
 

Share

 

Plataforma

  Moodle Novo

  Moodle descontinuado

 

Go to top